A pequena Ana era tão inocente. Maldade não passava pelos olhos, nem boca, nem coração.
Ana tinha medo até de avião. E olhe que nem viajar ela viajava. Lá pro céu ela olhava, e dizia:
– “parece tão perto de Deus e longe de nós. Longe de mim esse exagero de emoção!”
A pequena não sabia

Que perigo correria
Se vivesse uma paixão. 

— Diário de um sonhador/ Ana

Algumas pessoas pensam que sou um homem feliz, mas é uma doce ilusão. Nem sou feliz, nem sou triste. Deus me deu a coisa mais preciosa do mundo, a vida. E, por causa dela, é que me foi dado o livre caminho para ser feliz ou triste, e decidi ser os dois. Vivo na inconstante felicidade e na interminável tristeza. Se eu jogar uma moeda para cima, nem cara, nem coroa. Minha vida é meio a meio.

— Diário de um sonhador 

Às vezes encontramos alguém que se encaixa perfeitamente nas nossas expectativas, mas nada encantador acontece. Você acha estranho a combinação, os gostos, as preferências e personalidade serem tão parecidas, mas nem um passo à frente. Eu fico sempre em dúvida: será que o cupido não atirou a flecha, ou eu não senti a flechada?

— Diário de um sonhador