Há momentos em que a mente cansa. Sem energia, você só consegue parar, sentar e pensar. Sentir e respirar. As rotinas são tão automáticas, que você não percebe que há alguns papéis no chão do quarto, que foram derrubados há uma semana. Há um pouco de poeira na cabeceira da cama e há uma revista que não foi lida. Um meio sorriso por perceber que nem era o lugar que você gostaria de estar. Tudo está passando tão rápido entre os olhos. É difícil acompanhar, eu sei. E se quer conversar, eu também sei. Mas a gente não quer mais cansar ninguém, ou até mesmo se cansar de cansar alguém. Você pensa na altura do sucesso e no abismo do fracasso. E percebe que tudo parece estar tão longe e ao mesmo tempo tão perto. Desaguar de dentro pra fora, algumas vezes, é um bom remédio. Chuva que molha e lava a alma. Lava a alma. – Diário de um sonhador

Anúncios

Que tal dizer algo?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s