“Seja forte.” – disse você, antes de velejar sozinho no mar da vida. Te ver partir, assim, sozinho, foi o que me fez aprender o que é ser forte. A questão não é a despedida, e sim a ausência de todos os dias. De dois braços a mais; de um coração a mais; de uma força a mais. Mas a gente aprende. Depois dos choros e migalhas sentimentais, a gente percebe que partir sozinho é opção e não obrigação. Sem desculpas, por favor. Por menor que o barco seja, cabem dois. Por mais bravo que o mar esteja, cabem dois. Por mais frágeis que sejam as velas, cabem dois. E se não tiver velas? Remam os dois. Hoje, vejo que quem precisava ser forte naquele momento não era eu, e sim você. Afinal, eu estava em terra firme e você em “alto-mar.” 

— Diário de um sonhador / O Luar

Anúncios

2 comentários em “

Que tal dizer algo?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s