Sabe, as pessoas falam tanto em Amor recíproco, que não percebem que estão falando do “Amor de obrigação alheia”. Amar esperando que o outro faça o mesmo. Decerto, quando amamos, desejamos que o outro nos ame também, mas esquecemos que o Amor é diferente para cada pessoa. Que o Amor não deve ser cobrado, e sim sentido. João ama de um jeito, Maria ama de outro, e eu também. Muitos pensam que o Amor é escolhido a dedo e desistido a mão. Que o Amor é como um jogo, se está ganhando que prossiga, se está perdendo que desista. Como se desiste do Amor? Se desiste não é Amor, é Paixão. Amor gruda na alma, gruda na mente, gruda na roupa, na pele. Amor encanta o dia, brilha a Lua, e transparece as estrelas do céu. Nós cheiramos Amor, sentimos Amor, vivemos Amor. Quando você ver alguém desistindo do teu Amor, pode ter certeza: ela não sabe o que é Amor. Não compreende a dimensão imedível que o Amor tem. Não por querer, mas por não entender. Pois, se soubesse quanto sangue se gasta para fazer bombear o coração com Amor, desistir não seria uma opção. 

— Diário de um sonhador

Anúncios

Que tal dizer algo?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s