Já senti vontade de gritar teu nome o mais alto possível. Já senti vontade de te acordar em plena madrugada, só para dizer “eu te amo”. Já senti vontade de viajar todos esses quilômetros, chovendo ou não, só para sentir o conforto de um abraço teu. Já senti vontade de passar os sábados e domingos ao teu lado, te ajudando na cozinha, na casa, e terminar te beijando na sala. Pensei até nas crianças correndo pela casa, cruzando o sofá branco, passando para o gramado, que apenas uma porta de vidro com detalhes em marrom dividia-o da sala, e o cachorro seguindo eles como se quisesse pegá-los de fato. E, não esqueci de pensar em te amar todos os dias de nossas vidas. Pois é! Como o Destino é traiçoeiro. Todos esses momentos que gerariam boas lembranças a vida inteira, estão perdidos. Traiçoeiro és, senhor Destino. Traiçoeiro és!

— A Semente do Sentimento / Diário de um sonhador

Anúncios

Que tal dizer algo?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s