“Acho incrível o quanto as pessoas esquecem rápido das outras. Como se não tivesse havido cantos de pássaros com sorriso no rosto pela manhã. Como se não tivesse havido brilho das estrelas no céu da própria boca. Como se não tivesse havido uma presença noturna, mesmo que da lua, mesmo que só sentida. De longe. Como se não tivesse havido surpresas bobas, música calma e sentimento bom. Como se não tivesse havido um pobre e despedaçado coração, sujo e escuro, sangrado e maltratado. Coração esse, que foi curado com o puro amor. As pessoas esquecem, ou parecem esquecer, como se não houvesse mais vida. Enquanto uns esquecem, outros costuram lembranças no próprio coração, só para ele não congelar de frio.”

— Diário de um sonhador

Anúncios

Que tal dizer algo?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s