“E de tão diferente que foi ver escrito, eu precisei ler de muitos ângulos, precisei colocar de cabeça para baixo, precisei colar na minha testa e me olhar no espelho. Precisei escrever nas paredes do quarto e nas paredes dentro de mim também. Precisei desenhar nos meus olhos “dramático”, para cair realmente na real de que tal sou. Como dizia Caio Augusto Leite: “Tudo em mim é muito dramático. Não me leve tão a sério.” – Pois é.”

— Diário de um sonhador

Anúncios

Que tal dizer algo?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s