(…) mas gosto de você como se gosta das coisas que não se tocam, mas se têm. Como a beleza do céu no início da manhã ou no fim da tarde, que tudo que podemos fazer é guardar atrás dos olhos fechados. Te guardo assim, no infinito dos amores não vividos. Só ama pra sempre quem morre apaixonado.

— Sempre sua, Cecília

Anúncios

Que tal dizer algo?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s